Annablume Editora
BOX_HEADING_LOGIN_BOX
Seja Bem Vindo(a)!

Faça seu login
Cadastre-se

 
 
 
HomeSite
Busca Rápida
Suas Compras   Meu Carrinho 0 Iten(s):
Fabricantes
Fabricantes
Categorias
Categorias
        -Arquitetura, Urbanismo e Políticas Urbanas
        -Biblioteca Flusseriana
        -Corpo, Sexualidades e Políticas da Multidão
        -Cultura Tecnológica e Redes Digitais
        -Geografia e Temas Socioambientais
        -Sociologia
        -Todas as Coleções
          - Archai
          - Atopos
          - Cidadania e Meio Ambiente
          - Classica Digitalia Brasil
          - Crítica Contemporânea
          - Filosofia e Linguagem
          - Geografia e Adjacências
          - História e Arqueologia em Movimento
          - Leituras do Corpo
          - Palavra e Conhecimento
          - Políticas da Multidão
          - Queer
          - Sentido e Significação
          - Trabalho e Contemporaneidade
          - Ato Psicanalítico
          - Estudos & Fontes
          - Olhares
        -Todos os Temas
        Artes
        Outros Temas
        Revistas
Promoção
Especiais mais
Rem Koolhaas nas metrópoles delirantes : entre a bigness e o big
Rem Koolhaas nas metrópoles delirantes : entre a bigness e o big
De: R$ 74,40
  Por: R$ 74,40
Economia de R$ 0,00
Veja mais promoções
Novidades
Novidades mais
Bolívar: fundações e trajetórias da integração Latino-americana
Bolívar: fundações e trajetórias da integração Latino-americana
R$ 77,00
R$ 77,00
Veja mais novidades
A conservação do bioma cerrado
A conservação do bioma cerrado
Código do Produto: 14x21
De: R$ 62,00
Por: R$ 62,00
Economia de R$ 0,00
 
Acessar a Cia. dos Livros

A conservação do bioma cerrado: o direito ante a fragmentação de ciências e ecossistemas
Luciano J. Alvarenga
14x21 cm, 170 páginas
ISBN 978-85-391-0510-6

Neste livro, História, Fitogeografia, Ecologia, Direito e outros campos do saber se encontram para um debate, mediado pela Epistemologia Ambiental, sobre a conservação do bioma Cerrado. A partir de um diálogo interdisciplinar, identificam-se “desencontros” entre a configuração da legislação ambiental-florestal e as condições ecossistêmicas que devem ser resguardadas a priori para a preservação do multifacetado mosaico fitofisionômico do bioma, hoje seriamente ameaçado pela ação humana. Do ponto de vista teórico-metodológico, partilham-se procedimentos e resultados da aplicação, ainda incipiente no Brasil, do pensamento filosófico de Herman Dooyeweerd na análise de questões atinentes à proteção de sistemas ambientais. Para problematizar a devastação em curso no Cerrado e, como contraponto, estimular olhares e posturas sensíveis perante a riqueza e singularidade ecológica do bioma, examina-se o processo de ocupação da região da bacia do Rio Paracatu, localizada na porção Noroeste de Minas Gerais, no período 1964-2008.
Procura-se conduzir o leitor, enfim, a uma reflexão crítica, levando-o ao seguinte questionamento: em que medida a legislação florestal brasileira tem sido capaz de evitar ou, ao contrário, estimular a fragmentação de ecossistemas e a própria destruição do bioma Cerrado?
 
Também compraram este produto
Clientes que compraram este produto, também compraram:
     Crítica da razão ambiental: pensamento e ação para a sustentabil   Crítica da razão ambiental: pensamento e ação para a sustentabil
     Transporte e meio ambiente: conceitos e informações   Transporte e meio ambiente: conceitos e informações
     Dimensões político institucionais da governança da água   Dimensões político institucionais da governança da água
     Para além dos domínios da mata   Para além dos domínios da mata
     Envase de água: mercantilizando a sede   Envase de água: mercantilizando a sede
     Dos pântanos à escassez: uso da água e conflito   Dos pântanos à escassez: uso da água e conflito
 
Últimos Produtos Visitados
Poder e política na clínica psicanalítica
Poder e política na clínica psicanalítica
Newsletter
Ofertas e promoções exclusivas por e-mail