• banner_michel_schl
  • banner_carolina_nassau2
  • banner_parlamento_dos_invisiveis2
  • banner_ronaldo_trindade2
Home

Editorial

20130107_172322_1

Debate: Psicanálise, Política e Religião

 

Segundo evento da série Universidade: Misérias do Presente, Riqueza do Possível, organizado pela Annablume e pelo Latesfip/USP. Veja na íntegra na página da Annablume no Facebook.

Continua.

História dos Judeus em São Paulo

memoria_e_experiencias_de_judeus

 

Do texto de Lucia Chermond emergem pessoas vivas, atuantes no seu propósito de se estabelecer na cidade de São Paulo e no bairro de Higienópolis.

É interessante observar o perfil inteiramente distinto das instituições judaicas no Bom Retiro e em Higienópolis. Por Roney Cytrynowicz

 

Contrassexualidades

genero_expandido_2

 

Impuro e contrassexualizado, o percurso aqui costurado tem nos 21 closes os momentos que darão ritmo e turbulência aos choques de gênero expandido.

Da impossibilidade de afirmar-se enquanto totalidade, o sujeito hoje rascunha identidade por operações fecundas. Por Dodi Leal e Marcelo Denny.


Agricultura Urbana

agricultura_urbana_como_ativismo

 

Estruturada em duas partes, na primeira a obra traz o conceito de agricultura urbana praticada como ativismo. Na segunda, mostra como a agricultura é capaz de reestruturar o espaço urbano. Por fim, relaciona o tema ao direito à cidade.

A agricultura e a cidade são irmãs gêmeas. Por Claudia Visoni.

Identidade Nacional e Mercado

capa_carmen_miranda_fernando_baliero

 

Livro renova o momento da inflexão histórica quando a identidade nacional passa, pela primeira vez, a ser negociada com as classes populares e mediada pelo mercado de cultura de massas nacional e internacional.

Carmen Miranda encarnava uma branquitude tropical: era baiana aqui e latino americana nos EUA. Por Richard Miskolci.

 

Polos Urbanos e Eixos Rodoviários

planejamento_regional_est_sp2

 

Uma análise das relações imbricadas entre a organização e atuação territorial  do Estado, de um lado, e a trajetória de urbanização do Estado de São Paulo, de outro.

Livro de Tavares é fundamental para se compreender não só o Estado de São Paulo. Por Sandra Lencioni.


Sexo e Gênero

lacan_e_o_feminismo


Cossi traça a história do debate entre Lacan e as feministas, mostrando como a sexuação lacaniana pode renovar a polêmica que gira em torno de sexo e gênero.

Obra é uma verdadeira arqueologia do debate entre feminismo e psicanálise. Por Christian Dunker.

Racismo, Mídia e Crianças Negras

primeiras_experiencias_com_o_racismo

Um esforço para compreensão das repercussões de sentidos que narrativas midiáticas contraintuitivas podem produzir nas famílias brasileiras para o bem-estar psicossocial de crianças negras.

Livro permite que os agentes parentais reflitam sobre as experiências discriminatórias. Por Marcos Emanoel Pereira.

História da Dança

historiografia_da_danca

 

Decorrente do I Seminário Internacional de História da Dança, realizado na Universidade Federal de Goiás em 2017, livro oferece diferentes procedimentos e correntes de pensamento sobre história da dança.

Obra parte da investigação das condições da realização da dança aqui. Por Rafael Guarato

 

 

Antropologia e Etnologia Alemã

os_fundamentos_da_teoria_antropologica


Renate Viertler traz as teorias socioculturais e biológicas de pioneiros em antropologia e etnologia cujos textos receberam relativamente pouca atenção dada a barreira linguística representada pela língua alemã.

O resultado é um questionamento em profundidade de toda uma tradição de pensamento. Por Gabriel Cohn.

Arquitetura Moderna

arquitetura_e_visualidade

 

Publicação do MoMA/NY, de 1943, Brazil Builds instaura uma matriz historiográfica para a arquitetura brasileira, vinculando a arquitetura tradicional e os arquitetos modernos.

Costa desmonta passo a passo as tramas intelectuais que chancelaram a obra. Por Iara Lis Schiavinatto.

Arquitetura Moderna: Brasil e EUA

o_relacionamento_brasil_eua_e_a_arquitetura_moderna


Livro apresenta o relacionamento, as experiências e os intercâmbios ocorridos entre profissionais da arquitetura brasileiros e americanos no período entre o final dos anos 1930 e o início dos anos 1960.

Um panorama interessante sobre um fluxo de relações que nossa historiografia demorou a notar. Por Fernando Atique.


 
^ Top ^